Botox

Mas afinal, o que é o Botox?

Quando ouvimos falar de Botox, a primeira coisa que vem a mente é aquele tratamento para rugas na pele, não é mesmo?

Mas o Botox não serve só para rugas!

Botox é o nome comercial da Toxina Botulínica, fabricado pela Allergan, uma empresa Irlandesa que distribui para todo o mundo. Há outras empresas que fabricam a Toxina Botulínica, dando outros nomes comerciais. Numa análise superficial, são praticamente similares, mas com diferenças de método de aplicação, durabilidade, e farmacocinética.

Na Odontologia o Botox vai muito além das rugas. É utilizado para controle do bruxismo quando aplicado nos músculos da mastigação. Também colabora para dores de cabeça quando estão associadas aos músculos da face. Outra aplicação muito comum na Odontologia é para a exposição exagerada da gengiva no sorriso, tecnicamente chamada de sorriso gengival. Em casos de paralisia facial, há grande benefício estético por harmonizar a musculatura.

Entretanto pensando na Medicina, ele também é utilizado para controle de sudorese nas mãos, pés e axilas, espasmos musculares e contraturas assimétricas.

Curiosidade do Botox!

Uma curiosidade é como o Botox chega do fornecedor. Ele vem em frasco de vidro, estéril, congelado ou gelado e com um pó branco bem delicado dentro colado nas paredes do vidro. Quando olhamos a primeira vez, parece que o frasco está vazio! 

Entretanto, como ele precisa ser injetado na musculatura, precisamos diluir em soro fisiológico estéril para formar uma solução que possa ser aplicada na área desejada.

Há cuidados especiais no tratamento com Botox?

Como qualquer tratamento, há necessidade de cuidados pré e pós tratamento. 

No pré-tratamento os cuidados são:

  • avisar as medicações que o paciente toma ao profissional que fará o Botox;
  • avisar as alterações de saúde que o paciente apresenta;
  • avisar do histórico de outras aplicações do Botox, inclusive quando foi a última.

O tempo necessário para o Botox entrar na musculatura e se ligar nos receptores para o bloqueio das fibras musculares é de aproximadamente 4 horas. Então indicamos o que não se deve fazer no dia da aplicação:

  • não massagear a área tratada;
  • não aplicar compressas;
  • não aplicar pomadas ou produtos sem indicação do profissional que fez o Botox;
  • não deitar por 4 horas;
  • não baixar a cabeça no dia;
  • não fazer esforço físico no dia;
  • não fazer atividade física no dia;
  • não tomar medicações sem consentimento do profissional que fez o Botox.

Indicações para uso do Botox na Odontologia

  • bruxismo;
  • dores na face;
  • sorriso gengival;
  • espasmos musculares;
  • assimetria de contratura muscular como no caso de paralisia facial;
  • dores de cabeça originárias da musculatura facial;
  • harmonização facial.

Qual a durabilidade?

O efeito Botox inicia-se de 4 à 5 dias após a aplicação e tem a potência máxima atingida com 15 dias. É neste prazo que se deve reavaliar o paciente para verificar qualquer assimetria e fazer a correção. Não é indicado fazer a correção (retoque) após 15 à 21 dias já há trabalhos científicos que defendem que pode ocorrer o ‘efeito vacina’, que faz com que com o Botox deixe de fazer efeito pela formação de anticorpos pelo paciente. Há até autores que defenda que se deve evitar até o retoque, porém há situações que o retoque é necessário. É importante ter em mente que não se pode fazer diversos retoques!

Na bula do Botox vem definindo o tempo de atuação do Botox de 3 meses. Mas sabemos que o tempo pode variar de acordo com o paciente. A motricidade, hábitos e estilo de vida fazem com que este prazo aumente ou até diminua. Um exemplo é quanto ao metabolismo acelerado. Pessoas com alto metabolismo, adepta de exercícios físicos de alta performance tendem a ter o tempo reduzido, já que faz com que o Botox saia mais rapidamente do organismo. Porém o contrário também é válido, pessoas com metabolismo mais lento ou sendetárias tendem a ter um prolongamento do efeito do Botox.

Outra situação comum é nos casos de pessoas que fazem muita mímica naturalmente, porque como a musculatura é exigida com muita frequência, isso faz com que o Botox seja dissolvido mais rapidamente.

Mas o efeito não desaparece da noite para o dia! O efeito gradualmente vai desaparecendo, até não existir mais, porém os benefícios ainda se prolongam por mais tempo além da absorção final do Botox.

Quais profissionais podem aplicar a toxina botulínica?

Cirurgiões-dentistas com habilitação ou especialização em harmonização oro facial ou médicos com habilitação ou especialização.

A Resolução CFO 198/2019 regulamenta a Especialidade de Harmonização Oro Facial na Odontologia. Esta é a especialidade que permite a utilização do Botox em áreas estéticas além das funcionais na área de atuação do cirurgião-dentista.

Uma curiosidade sobre a Harmonização Oro Facial é que ela é a única especialidade focada especificamente para as melhora da estética e função da face, sendo uma especialidade da Odontologia. Na medicina não há uma especialidade para estética e função específica na área do rosto e pescoço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *